Sérgio Conceição - "Vamos lá para ganhar o jogo"

12 agosto 2017
Publicado por 
Na conferência de imprensa de antevisão ao jogo com o Tondela (20h15 de domingo), o treinador do FC Porto referiu que o grupo de trabalho azul e branco está sempre sob "exigência máxima".

 

Objetivo para o jogo com o Tondela: "Acho que todos os adversários e estas equipas que normalmente lutam pela permanência são equipas que conheço são complicadas. Passei por algumas, sei da preparação que fazem para estes jogos. Trabalha-se bem, já não há segredos. Acredito que vamos ter um jogo difícil, vamos jogar para ganhar, é sempre a mesma coisa. Vamos lá para ganhar o jogo".

Análise ao Tondela: "O Tondela é uma equipa muito disponível no processo defensivo, define bem o momento de pressão. É uma equipa perigosa a aproveitar o espaço deixado por nós, temos que ter paciência e fazer um jogo inteligente, com os olhos na baliza adversária e ter um processo defensivo consolidado".

Dificuldades fora de casa? "É exatamente igual, a única diferença é o número de adeptos, espero que este mar continue bem presente nos jogos. A forma de jogar, de estar no jogo é exatamente igual em casa ou fora. Não fiz trabalho específico em relação a isso. Preparamos os jogos exatamente da mesma forma, mudando um ou outro ponto em função do adversário que vamos ter. Tenho que olhar para o presente e para o futuro. Eles [jogadores] sabem aquilo que quero, não tenho qualquer tipo de problemas, nunca tive. Os jogos são todos iguais, temos que jogar a mesma coisa com todos, fora ou em casa, a abordagem é feita da mesma forma. Não há diferenças. No ano passado houve muitos resultados fora que não correram bem, mas isso já lá vai. Estamos na nova época".

Lesões e exigência do FC Porto: "O Soares e o Rafa continuam de fora, não estão disponíveis. A fasquia somos nós que a colocamos sempre alta. Temos sempre a obrigação de lutar pelos três pontos e de os ganhar. A pressão exterior não vai exigir mais. A exigência está alta no balneário, somos um grupo determinado, ambicioso, que quer ganhar esta Liga. Não vamos ganhar sempre por quatro, há jogos que vamos ganhar por 1-0, porque vamos sentir mais dificuldades. Queremos que a equipa passe a fasquia".

Sobre o videoárbitro: "Há sempre a discussão da questão de interpretação, vimos ontem o penálti [do Sporting-V. Setúbal], mas os árbitros têm de fazer o trabalho de forma tranquila. Os erros vão continuar a existir. Outros acham que não, mas ainda bem que é assim, isso é que move o futebol".

Sobre o mercado e a saída de Martins Indi: Teve uma boa viagem, não teve? É fantástico como pessoa, dei-lhe um grande abraço. É uma conversa que tenho com a direção do FC Porto, estamos em plena sintonia, tudo o que é feito é preparado, planeado e conversado. Se o Indi saiu é porque foi um bom negócio para o clube. Gosto? Obviamente que não, não gosto que o mercado esteja aberto numa situação destas. Não existe facilidade para ninguém. Isto acontece, até dia 31 estamos sujeitos. O FC Porto e todas as equipas. As direções, os jogadores, anda tudo um bocadinho na confusão. Temos que aceitar as regras. Mas, repito, tudo o que é feito aqui é de acordo com o que é planeado pela direção e pelo presidente".

Integração e os golos de Marega: "Chegou a horas ao treino de hoje [risos]. O atraso da integração de Marega na pré-época teve a ver com o filho, foi dada uma explicação plausível sobre a ausência dele. Foi clarificado. Era preciso que ele recuperasse em termos físicos e de conhecimento de ideais de jogo, os dez dias de trabalho perdido. Fico contente e muito agradado de ver a motivação que Marega demonstrou - e não estou sé a falar dele, mas também de Herrera - ter a disponibilidade, alegria e prazer de entrar no jogo e não se sentirem minimizados por ter estado no banco e ter um espírito fantástico, isso deixa-me extremamente satisfeito. Esses dois golos do Marega, podiam ser de outro jogador, o importante é que a equipa ganhe e me dê sinais de bom espírito do FC Porto."

Ausência de Soares muda alguma coisa? "É uma pergunta interessante. Poderei ou não, vamos ver amanhã. Não posso dizer mais nada. Depende de muita coisa."

fonte: ojogo

 

669 VISUALIZAÇÕES

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree